home NOTÍCIAS 5 views # Notícia do dia

Veja quem é o médico que manteve paciente em cárcere privado

Bolívar Guerrero Silva foi preso após manter paciente internada contra a vontade da vítima. Investigação mostra que ele já responde por, pelo menos, 19 processos.


Depois de manter uma paciente internada contra a sua vontade após uma cirurgia estética mal-sucedida, o cirurgião-plástico Bolívar Guerrero Silva foi preso na última segunda-feira (18), em um hospital particular no Rio de Janeiro.

No entanto, uma investigação mais profunda no histórico do médico equatoriano mostra que ele já responde por, pelo menos, 19 processos na Justiça.

Menina de 11 anos violentada por padrasto teve filho em casa

Não só isso, como o médico já chegou a ser preso em uma operação realizada pela Polícia Civil do Rio em 2010.

Na época, ele foi acusado de fazer uso de um medicamento para preenchimento facial sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), além de outras substâncias falsificadas.

No histórico processual de Bolívar há, também, uma acusação de imprudência médica, a qual teria resultado na morte de uma paciente durante uma lipoescultura, em 2016.

RECONHECIMENTO

Bastante ativo nas redes sociais, Bolívar possui quase 40 mil seguidores em apenas uma das redes sociais com seu nome.

Em seu perfil, ele se apresenta como “especialista em cirurgia estética e reparadora” e costuma postar fotos e vídeos de pacientes que fizeram procedimentos com o médico, entre elas a ex-funkeira Perlla.

Ele também já chegou a ser homenageado na Câmara dos Vereadores de Duque de Caxias com o título de cidadão da cidade.

O CASO

O cirurgião foi preso dentro do centro cirúrgico do Hospital Santa Branca, em Duque de Caxias. O médico é acusado de manter a paciente Daian Chaves Cavalcanti, de 36 anos, em cárcere privado na unidade hospitalar.

Segundo a PC, a mulher está em estado grave e sofre com várias complicações após ter feito uma cirurgia plástica que não deu certo.

Daian se submeteu a uma abdominoplastia no início de março. Em junho, ela retornou ao Hospital Santa Branca para se submeter a mais três intervenções, que, após darem errado por motivos até então desconhecidos, a barriga da paciente teria chegado a necrosar.

Após as complicações, a paciente tentou a transferência do hospital, mas o cirurgião teria dificultado os trâmites para que isso acontecesse.

Além de cumprir o mandado de prisão preventiva contra o cirurgião plástico, os agentes fizeram o resgate da mulher após familiares da vítima denunciarem o caso na Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam).

O médico vai responder por cárcere privado e associação criminosa. Vários funcionários da equipe multiprofissional também foram intimados a prestarem depoimentos.

MÉDICOS PRESOS

Após uma semana da grande repercussão do caso do médico Giovanni Quintella Bezerra, flagrado estuprando uma grávida durante a cirurgia de parto cesárea, Bolívar é outro profissional da medicina envolvido em crimes dentro de unidades hospitalares no Rio de Janeiro.

Apesar da prisão, nos stories de seu perfil no Instagram, relatos de pessoas, as quais supostamente passaram por procedimentos estéticos feitos pelo cirurgião, argumentam que o médico é inocente das acusações e defendem o profissional do possível crime de cárcere privado.

5 viewsPublicado por: Publicador | em: 19/07/2022
COMENTE:
rgr capanema1
rgr capanema1
previous arrow
next arrow
rgr capanema
rgr capanema
previous arrow
next arrow