home NOTÍCIAS 3.000 views # Paraense

Paraense vai atrás das ervas para conseguir saúde e dinheiro

Muita gente foi ao setor de ervas do Ver-o-Peso para garantir o seu banho de cheiro.

O dia de São João movimentou o mercado do Ver-O-Peso. A busca pelo banho de cheiro tradicional do dia do santo deixou o setor das ervas cheio durante a manhã. Animadas, as erveiras preparam a mistura das folhagens para receber a população. O banho cheiroso tem o objetivo de atrair energias positivas e abrir os caminhos de quem acredita na força das ervas amazônicas. Aqueles que garantiram o banho tinham a intenção de pedir por saúde e melhora da vida financeira.

Na barraca da Dona Coló, um alguidar com as ervas maceradas estava preparado desde cedo para receber os clientes. “Nesse banho não pode faltar priprioca e patchouli que são plantas que significam a raiz do São João, até o cheiro lembra essa época. Hoje o pessoal tem vindo procurar o banho para pedir por saúde e também para abrir os caminhos porque nessa pandemia que veio fechou o caminho para muita gente e dificultou a vida financeira de muita gente. Tem muita gente que procura o banho até mesmo para se proteger e para trazer aquela prosperidade para vida”, contou o erveiro Jonathan Bandeira, filho de Dona Coló.

A manicure Oneide Favacho, 62, mantém a tradição junina desde os 20 anos. Conhecida na barraca de Coló, mais uma vez ela compareceu na feira para garantir os ingredientes do banho para toda família. “Eu tô levando para fazer uns 5 litros bem forte. Todo ano eu faço o banho sem falta, dou para minha família e até para os vizinhos. No meu banho tem chama, patchouli e priprioca. Eu faço e peço para abrir meus caminhos, ajudar a minha saúde e que venha mais dinheiro que está difícil. Eu falo para os meus filhos fazerem os pedidos para abrir os caminhos nos trabalhos e para que sejam bons funcionários”, contou.

PRIMEIRA VEZ

Era a primeira vez que Domício Farias, de 75, tomaria o banho de cheiro de São João. Morador de Santarém, ele viajou até Belém para conhecer a erveira Beth Cheirosinha e aproveitou para levar a garrafada de banho cheiroso. “Vou tomar assim que eu chegar em casa, com a minha família, minha esposa, meus filhos, e a gente vai se dividir lá. É a primeira vez que eu vou tomar o banho de cheiro e já vou pedir pela minha saúde, vou fazer uma cirurgia nos olhos, segunda-feira eu vou o médico para marcar a operação. Esse banho vai me ajudar com isso, na saúde”, contou o aposentado.

Depois de dois anos de pandemia, Fabíola Ramos, de 45 anos, voltou ao setor das erveiras para ser benzida com o banho e pediu por saúde e prosperidade financeira. “Eu acredito no banho, acredito que ajuda no processo de trazer boas energias porque tudo é vibração. A gente precisa dessa força para melhorar a vida e abrir os caminhos financeiros. Eu vou tomar o banho e pedir por saúde. Eu perdi o meu pai na pandemia, então é a primeira coisa que eu peço para mim e pra minha família toda porque com isso a gente consegue resolver outras coisas”, disse.

Fonte: dol.com.br

3.000 viewsPublicado por: Publicador | em: 25/06/2022
COMENTE:
rgr capanema1
rgr capanema1
previous arrow
next arrow
ANUNCIE NO PORTAL CAPANEMA
ANUNCIE NO PORTAL CAPANEMA
previous arrow
next arrow