home NOTÍCIAS 3.446 views # chikungunya

Capanema está entre os 3 municípios com maiores casos de chikungunya no Pará

Sespa registrou mais de seis mil casos de dengue, no Pará

img_0565-800x533O Pará registrou até a última segunda-feira (14), seis mil casos de dengue, além de 2.336 de zika e 615 de febre chikungunya, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), nesta quarta-feira (16).

As maiores ocorrências de dengue aparecem nos municípios de Belém, com 554 casos; Dom Eliseu, 482; Alenquer, com 440; e Marabá, com 435. Os municípios com maior número de casos de zika são Belém, Marituba e Ananindeua, e de chikungunya são Capanema, Belém e Dom Eliseu.

No período de abrangência do informe da Sespa não houve registro de mortes no Estado em função dessas doenças.

A Sespa orienta que as secretarias municipais de Saúde informem, no período de 24 horas, a ocorrência de casos graves e mortes que podem ter sido causadas pelas doenças transmitidas pelo Aedes aegypti.Para a confirmação da causa da morte é necessária a investigação epidemiológica, com aplicação do Protocolo de Investigação de Óbito do Ministério da Saúde.

Sintomas
Os vírus da dengue, chikungunya e zika são transmitidos pelo mesmo vetor, o Aedes aegypti, e provocam sintomas parecidos, como febre e dores musculares. Mas as doenças têm gravidades diferentes. A dengue é a mais perigosa, devido aos quatro sorotipos diferentes do vírus, causando febre repentina, dores musculares, falta de ar e indisposição. A forma mais grave da doença é caracterizada por hemorragias e pode levar à morte.

Fonte: Globo.com

3.446 viewsPublicado por: Portal Capanema | em: 17/11/2016
COMENTE:
Slider
Slider