home NOTÍCIAS 3.781 views # ufra capanema

Estudantes de Capanema fazem manifestação pelo fim da violência contra a mulher

Carta aberta da UFRA diz: O Feminismo Nunca Matou Ninguém. O Machismo Mata Todos os Dias!

Estudantes da Universidade Federal Rural da Amazônia – UFRA, Campus de Capanema, organizaram uma manifestação pelo fim da violência contra as mulheres nesta sexta(10). O ato foi motivados principalmente depois que uma estudante da instituição divulgou nas mídias sociais uma suposta tentativa de estupro no município.

dezenas de pessoas saíram em caminhada pelas ruas do centro de Capanema com cartazes expressando principalmente dizeres contra violência à mulheres. 

A UFRA DIVULGOU uma carta aberta: confira abaixo o texto.

_______________________________________

 

O Feminismo Nunca Matou Ninguém.

O Machismo Mata Todos os Dias!

Sexta-feira, dia 10 de Agosto de 2018. Doze mulheres são vítimas de Feminicídio nos últimos dês dias. Mulheres ente 24 e 40 anos foram vítimas de violência de companheiros ou ex-companheiros que as assassinaram.

Ser mulher, é enfrentar uma guerra diariamente: Quando decide estudar, quando decide ser livre, e a sociedade coloca como normal aquilo que violenta nossa forma mais livre de ser. Toda mulher tem uma história absurda de assédio ou abuso para contar, infelizmente.

Estamos exagerando? Não, não estamos: em pleno 2018 ano em que temas como liberdade sexual, feminismo, empoderamento e igualdade de gênero fazem parte de conversas diárias, os dados da violência resultante do machismo ainda são assustadores, alarmantes e entristecedores.

Uma pesquisa realizada em 2014, pelo Instituto Avon e Data Popilar entrevistou 2.046 jovens de 16 a 24 anos de toda as regiões do pais – sendo 1.029 mulheres e 1.017 homens. E os resultados são assustadores: 48% deles dizem achar errado a mulher sair sozinha com os amigos, sem a companhia do marido, namorado ou “ficante”; 78%das jovens entrevistadas relatam já ter sofrido algum tipo de assédio como cantada ofensiva, abordagem violenta na balada e ser beijada à força. Três em cada dez garotas dizem ter sido assediadas fisicamente no transporte público; 43% dos garotos categorizam mulheres para namorar, 30% DOS homens dizem que a mulher que usa roupas curtas está se oferecendo.

No Brasil, 503 mulheres brasileiras são vítimas de agressão física A CADA HORA; 2,2 milhões de mulheres já foram beijadas ou agarradas sem consentimento.

JULIANE DIAS, e todas as mulheres, ufranianas, capanemense, essa luta é por vocês. Essa luta e para todas as mulheres, que possam andar sem sofrer qualquer tipo de assédio.

Vamos juntos! ESSA LUTA É DE TODOS!

A direção da UFRA/Belém, não nos calaremos, NÃO nos intimidaremos! Lutaremos até o fim firmes e fortes para que sejam tomadas as devidas providências.  Meu corpo não será propriedade de homem, a beleza não será convite ao estupro.

Capanema, Acorde e proteja suas mulheres! – A Prefeitura Municipal de Capanema e a Câmara Municipal têm papel fundamental no combate à violência contra a mulher de Capanema.

VAMOS JUNTOS! ESSA BATALHA É DE TODOS!

Carta Aberta UFRA – Capanema

 

 

veja mais imagens

 

 

 

 

3.781 viewsPublicado por: admin | em: 10/08/2018
COMENTE:
Arrow
Arrow
Slider
Arrow
Arrow
Slider